Redefinir o trabalho de forma colaborativa: imprimir experiências digitais num livro de arte deslumbrante.

Como a Mondi produziu uma campanha de marketing integrada de sucesso utilizando a Creative Cloud para equipas.

Google Drive

Fundada em

1967

Colaboradores: 26.000
Escritórios do grupo: Viena, Áustria e Londres, Reino Unido
www.mondigroup.com

Significante

crescimento de dois dígitos em vendas

ícone de caixa de verificação

Objetivos

Um projeto, muitos participantes em todo o mundo - e eis que surge a COVID-19. Ainda assim, o Catching Feels resultou numa campanha de marketing integrada de sucesso.

Devido à pandemia, cada artista teve de gravar o seu próprio vídeo pessoal para acompanhar o projeto, mas nem todos tinham equipamento profissional.

Perfeição e sustentabilidade - a Mondi opera segundo estes padrões. A fim de conciliar os dois objetivos, são necessárias ferramentas de colaboração adequadas.

ícone de gráfico

Resultados

Recorrendo a ferramentas de colaboração e fluxos de trabalho harmoniosos através das aplicações da Adobe Creative Cloud para equipas, a Mondi concluiu um projeto ambicioso em menos de um ano: um livro ilustrado de alta qualidade impresso em papel PERGRAPHICA®.

Ao utilizar o Adobe Premiere Pro e o Adobe After Effects, que fazem parte da Creative Cloud para equipas, a Mondi conseguiu equilibrar as diferenças de qualidade e exposição e alcançar um resultado de filme consistente e de alta qualidade. Como as cenas individuais também foram utilizadas como partes do livro, o Adobe InDesign assegurou resultados consistentes no papel.

Com as aplicações da Adobe Creative Cloud para equipas, os membros da equipa do projeto Catching Feels do mundo inteiro foram capazes de trabalhar remotamente de uma forma colaborativa - e também reproduzir experiências concebidas digitalmente em papel com a mais alta qualidade.


"Apenas quando todas as aplicações trabalham em conjunto sem problemas é que se obtém uma experiência geral consistente e inspiradora."

 
Zoe Truchy

Gestora de Marca e Produto de Papéis de Design, Papel Fino Não Revestido, Mondi


Trabalhar remotamente em equipa

A criatividade é alcançada através do trabalho em equipa. Desde a primeira sessão de brainstorming até ao design final, são muitas as partes interessadas que trabalham em conjunto. Mesmo antes do distanciamento social, tal não significa necessariamente que todos estejam sentados na mesma sala. A Mondi, contudo, levou o teletrabalho a um nível completamente novo ao unir forças para a sua campanha de marketing integrado Catching Feels: a empresa, com escritórios do Grupo em Viena e Londres, opera em 100 locais em mais de 30 países. Por conseguinte, está familiarizada com o conceito de trabalhar de forma eficaz com equipas sediadas em locais diferentes. Ainda assim, com a sua agência True situada no Reino Unido, a Adobe, bem como seis artistas internacionais em três continentes, produziu não só um livro de alta qualidade que reflete toda a gama de papéis premium PERGRAPHICA® da Mondi para design criativo, editoriais e embalagens de luxo, mas também seis vídeos que refletem a abordagem pessoal de cada artista sobre a sua arte e os seus fluxos de trabalho, o que significava abranger um novo domínio. Para tornar as coisas ainda mais difíceis, a pandemia da COVID-19 começou. O grupo de mentes criativas liderado por Zoe Truchy, Gestora de Marca e Produto de Papéis de Design, Papel Fino Não Revestido na Mondi e responsável pelo projeto Catching Feels, não aceitou a derrota. Pelo contrário: as soluções criativas e as ferramentas inteligentes permitiram à equipa publicar uma experiência agradável e multicanal, sem falhas, com uma peça central visual e tátil verdadeiramente única em menos de um ano.

A individualidade destrói o trabalho em equipa? Pense bem!

Cada capítulo de Catching Feels é dedicado ao seu próprio tema e tem uma estética respetivamente individual. Embora sejam utilizados um total de 16 tipos de papel, duas superfícies de papel diferentes, quatro processos de impressão diferentes, dez cores de papel, e seis gramagens num único livro, os leitores devem, em última análise, beneficiar de uma experiência geral consistente e de alta qualidade que vá desde as páginas do livro até ao mundo digital, apresentando conteúdo adicional em vídeo. Felizmente, as aplicações da Adobe Creative Cloud forneceram à equipa uma gama completa de ferramentas potentes: “Adobe Photoshop e InDesign, Premiere Pro ou After Effects - provavelmente não existe nenhuma aplicação Adobe que não tenhamos utilizado. O Premiere Pro foi bastante útil sobretudo na edição de todos os vídeos para obter um gradiente de cores consistente", recorda Joey Gordon, Designer Sénior na True, a agência criativa com sede em Londres responsável pelo projeto. "Tal como o papel PERGRAPHICA®, cada aplicação é praticamente um perito na respetiva área. Mas é apenas quando todas as aplicações trabalham em conjunto sem problemas que se obtém uma experiência geral consistente e inspiradora", acrescenta Zoe Truchy.

Para que as coisas funcionassem mesmo em modo de teletrabalho, a equipa do projeto de Zoe Truchy fez uma utilização consistente das ferramentas de colaboração das aplicações da Creative Cloud para equipas desde o início. "Primeiro, procurámos inspiração no Adobe Stock e criámos uma espécie de moodboard para ter uma ideia dos diferentes capítulos do livro", diz Joey Gordon. "Recolhemos as imagens correspondentes numa biblioteca da Creative Cloud para equipas, a que pudemos aceder a partir de todas as aplicações da Adobe Creative Cloud para equipas". No entanto, para além dos recursos da moodboard, cada imagem individual utilizada no projeto foi organizada cuidadosamente em Bibliotecas Creative Cloud correspondentes. Uma vez que todos os recursos estavam guardados na nuvem, cada membro da equipa podia aceder a todos os ficheiros a partir de qualquer lugar e a qualquer momento.


"Adobe Photoshop e InDesign, Premiere Pro ou After Effects - provavelmente não existe nenhuma aplicação da Adobe que não tenhamos utilizado".

 
Joey Gordon

Designer Sénior, True


Em relação aos processos de revisão, a transparência é fundamental - sobretudo quando estão envolvidas muitas partes diferentes. Dado que é possível acrescentar anotações diretamente ao ficheiro em questão, os artistas podem identificar as partes em questão rapidamente, poupando tempo precioso a todos os envolvidos.

Trabalhar quando e onde quer que seja

O trabalho colaborativo já não está limitado ao escritório ou mesmo a uma secretária, graças às aplicações móveis da Adobe Creative Cloud para equipas. A inspiração pode ser encontrada nos momentos mais inesperados, especialmente quando se vai passear, explorar a natureza ou a vizinhança a fim de compensar o facto de estar sentado a uma secretária durante todo o dia. Com aplicações móveis, esse lampejo de inspiração pode ser capturado num instante - e partilhado diretamente com o resto da equipa, se necessário. "Embora as aplicações móveis ainda não correspondam exatamente ao desempenho das aplicações de ambiente de trabalho - há uma diferença entre trabalhar num ecrã de 27 polegadas e num pequeno ecrã de smartphone - as características e o desempenho são impressionantes", diz-nos Joey Gordon. "Antes do Catching Feels, quase não trabalhava com aplicações móveis, mas o trabalho que fiz ao longo dos últimos meses conquistou-me verdadeiramente".

 

Os fluxos de trabalho harmoniosos nos bastidores contribuem, sem dúvida, para o resultado final. "O livro é a peça central do projeto, um produto de impressão de alta qualidade para segurar na mão", diz-nos Zoe Truchy. "No entanto, queríamos criar todo um cosmos de digilógico [digital e analógico] onde as experiências offline e online, digitais e analógicas se fundissem na perfeição. É por isso que cada capítulo tem um código QR que remete os leitores para vídeos de fundo sobre os artistas individuais, o seu foco, e mesmo os tipos de papel utilizados. Há muito que alternamos com fluidez entre o espaço virtual e analógico na nossa vida quotidiana, e queremos incorporar esta experiência no nosso projeto", diz Truchy.

"Os designers e os fotógrafos trabalham principalmente com ferramentas digitais, mas acabam por apresentar os seus resultados no meio analógico do papel", acrescenta Joey Gordon. "Com o livro Catching Feels de PERGRAPHICA®, queremos mostrar que a edição de imagem digital e os resultados de impressão de alta qualidade estão diretamente relacionados. No entanto, para que o resultado seja verdadeiramente satisfatório, não pode haver qualquer diferença entre olhar para uma imagem no ecrã ou uma imagem impressa. E é exatamente isso que as aplicações da Adobe Creative Cloud estão a fazer, em combinação com os papéis PERGRAPHICA®".


"Com o livro Catching Feels de PERGRAPHICA®, queremos mostrar que a edição de imagem digital e os resultados de impressão de alta qualidade estão diretamente relacionados. No entanto, para que o resultado seja verdadeiramente satisfatório, não pode haver qualquer diferença entre olhar para uma imagem no ecrã ou uma imagem impressa."

 
Joey Gordon

Designer Sénior, True


O sucesso do projeto é impressionante: o crescimento significativo de dois dígitos em vendas é um feito notável, especialmente dadas as condições desafiantes de uma pandemia global. Contudo, para Zoe Truchy, a atenção que o projeto tem despertado é igualmente importante: 8000 visitas à página de destino do Catching Feels, com os utilizadores a passarem em média três minutos na página, e quase 70% de utilizadores únicos, bem como visualizações de página cada um (68% e 67%, respetivamente) indicam uma clara "missão cumprida". "Para nós, o Catching Feels não se tratava apenas de mostrar a vasta gama dos nossos papéis PERGRAPHICA®. Queríamos também conquistar (potenciais) clientes a um nível emocional. Principalmente numa altura em que os contactos digitais são dominantes, a necessidade de experiências táteis é particularmente elevada. Tocámos realmente num ponto sensível com o nosso projeto", diz o gestor do projeto. "As reações nos serviços de redes sociais foram bastante arrebatadoras". Podemos esperar uma segunda parte em breve? "Ainda nada foi decidido", diz Zoe Truchy. "Mas estaríamos definitivamente dispostos a outra colaboração com o Adobe Stock".

 

Com a Creative Cloud para equipas, as marcas são, como a Mondi demonstrou com sucesso, capazes de lançar campanhas em vários canais com um significado muito importante - mesmo que os membros da equipa estejam literalmente separados por continentes.

Recomendado para si